Terapia celular – Uma alternativa terapêutica emergente para Perturbações do Espectro do Autismo

As Perturbações do Espectro do Autismo (PEA) compreendem um conjunto de transtornos do desenvolvimento infantil caracterizados por défices na comunicação e interação social e pela presença de interesses restritos e comportamentos repetitivos. Ao longo das últimas décadas, a incidência de autismo tem vindo a aumentar em todo o mundo, atingindo atualmente cerca de 60 em cada 10.000 crianças. Em Portugal, estima-se que afete cerca de 1 em cada 1.000 crianças em idade escolar. Os transtornos do espectro autista resultam de alterações no normal desenvolvimento cerebral e, embora não sejam ainda claras as razões que conduzem ao seu aparecimento, vários estudos sugerem que a inflamação ao nível do cérebro desempenha um papel importante nesse processo. As estratégias terapêuticas atuais, nomeadamente medicação e terapia ocupacional, comportamental e … Continuar a ler