Células Estaminais em crianças com Autismo – financiado novo ensaio clínico para estudar o potencial do sangue do cordão umbilical

Foi recentemente anunciado o lançamento de um ensaio clínico de fase 1 na Universidade de Duke (EUA) para investigar a segurança da infusão autóloga de sangue do cordão umbilical (SCU) em crianças com perturbações do espectro autista (PEA).

De acordo com um relatório recente do Centro de Controlo e Prevenção de Doenças (CDC), o número de crianças norte-americanas com PEA aumentou significativamente para 1 em 68, um aumento de 30% em relação há 2 anos, quando o CDC estimava que 1 em cada 88 crianças tinha uma destas perturbações. Estima-se que cerca de 2 milhões de pessoas nos EUA sofram de uma perturbação do espectro autista.

O estudo agora iniciado está aberto a crianças de idades compreendidas entre 24-72 meses, com diagnóstico confirmado de PEA e cujo SCU esteja guardado num banco familiar. Este ensaio clínico, que incluirá 20 crianças, pretende avaliar a segurança de uma única infusão intravenosa de SCU autólogo em crianças com perturbações do espectro autista (PEA) e determinar os melhores parâmetros de avaliação que possam ser usados para estudar os efeitos da administração de SCU em crianças com este tipo de perturbações em estudos futuros (ensaio clínico de fase 2). Neste estudo, os investigadores colocam a hipótese a infusão autóloga de células do SCU poder proporcionar proteção/reparação cerebral e reduzir a inflamação associada a este tipo de perturbações. Todos os participantes receberão uma infusão de células do SCU no início do estudo e serão avaliados aos 6 e 12 meses após a mesma. A Investigadora Principal deste ensaio é a Dra. Joanne Kurtzberg, uma conceituada hematologista pediatra e pioneira na aplicação do sangue do cordão umbilical em crianças com paralisia cerebral. O estudo recebe crianças fora dos EUA desde que cumpram os critérios de elegibilidade definidos para o ensaio.

Mais informações em: Autologous Umbilical Cord Blood Infusion for Children With Autism Spectrum Disorder (ASD).