Células estaminais permitem a regeneração de maxilar para colocação de implantes dentários

Lesões traumáticas da face são comuns. Cerca de metade destas resultam na perda de dentes e do tecido ósseo que os suportam. Este tipo de lesão é muito difícil de tratar, deixando o doente debilitado funcionalmente e esteticamente, incluindo a impossibilidade de colocação de implantes dentários.

Um estudo, publicado na revista Stem Cells Translational Medicine, descreve a utilização de células estaminais para a regeneração do maxilar numa doente de 45 anos. A doente tinha perdido 7 dentes e 75 % do maxilar que os suportava, 5 anos antes, ficando com várias deficiências funcionais e estéticas.

Os investigadores utilizaram um suporte absorvível (que desaparecerá ao fim de algum tempo) onde colocaram células estaminais isoladas da medula óssea da própria doente. O suporte com as células foi implantado no maxilar da região a regenerar, numa cirurgia com anestesia local. 4 meses depois, 80% do maxilar em falta tinha sido regenerado, permitindo colocar implantes para a aplicação de prótese dentária. Esta foi colocada 6 meses depois, ficando a restauração funcional e estética da boca completa, devolvendo o sorriso a esta doente.

Este artigo é o primeiro a descrever uma terapia celular para reconstrução de uma lesão craniofacial, demonstrando que a utilização de células estaminais do próprio doente para regeneração de tecido ósseo da face é possível.

Fonte:
http://stemcellsportal.com/stem-cells-help-doctors-restore-woman%E2%80%99s-smile-regenerating-bone-hold-dental-implants