História da Utilização do Sangue do Cordão Umbilical

A existência de células estaminais hematopoiéticas no sangue do cordão umbilical foi descrita pela primeira vez em 1974. Em 1988, uma equipa multidisciplinar realiza, em Paris, o primeiro transplante com sangue do cordão umbilical, para tratar uma criança com anemia de Fanconi. Numa viagem ao passado, a Dra. Joanne Kurtzberg, prestigiada médica hemato-oncologista especialista em transplantação com sangue do cordão umbilical, conta, num artigo publicado recentemente, um pouco do seu percurso e a sua visão da história e do futuro do sangue do cordão umbilical. “O Dr. Broxmeyer transportou a amostra congelada num recipiente de transporte refrigerado – um lugar no avião para ele, outro para as células do cordão – e chegou no dia do transplante”, relembra a Dr.ª Kurtzberg, referindo-se à forma como … Continuar a ler

27º Aniversário do Primeiro Transplante de Sangue do Cordão Umbilical

No dia 6 de outubro completaram-se 27 anos do primeiro transplante de sangue do cordão umbilical. Este transplante foi realizado em França, em 1988, a uma criança norte‑americana de 5 anos, Matthew Farrow, com anemia de Fanconi, uma doença do sangue, rara e fatal. Após quimioterapia intensiva, Matthew recebeu as células do sangue do cordão umbilical da sua irmã recém-nascida, com quem era compatível. Atualmente, Matthew tem uma vida normal graças ao trabalho de três médicos pioneiros: a Dra. Joanne Kurtzberg, uma conceituada hematologista pediatra de quem era doente, o Dr. Hal Broxmeyer, o médico que guardou o sangue do cordão umbilical usado no seu transplante e a Dra. Eliane Gluckman, uma reconhecida hematologista e investigadora, que realizou o transplante no Hôpital Saint‑Louis, em Paris. … Continuar a ler