Células nervosas do nariz usadas para reparar uma lesão na medula espinal em homem paraplégico

Acaba de ser publicado um artigo na revista Cell transplantation, que descreve a utilização de células nervosas do nariz para reparar uma lesão na medula espinal, num homem de 38 anos que ficou paraplégico em 2010, na sequência de uma facada. Os autores removeram células nervosas do nariz do doente que foram colocadas em cultura durante 12 dias. Essas células foram depois injetadas na medula espinal em vários pontos acima e abaixo da lesão. Durante a cirurgia, os médicos removeram fibras nervosas do tornozelo do doente que fixaram nas duas extremidades da lesão fornecendo um suporte para a regeneração da medula. O doente estava paralisado há cerca de 2 anos e apesar dos exercícios de fisioterapia intensivos não tinha demonstrado qualquer sinal de recuperação. Após … Continuar a ler

Tecidos obtidos em laboratório transplantados com sucesso em humanos

Médicos e cientistas ambicionam que a medicina regenerativa possa constituir um tratamento alternativo para a substituição ou reconstrução de tecidos e orgãos. Muita investigação tem sido desenvolvida nesta área e alguns avanços tem sido publicados, quer em laboratório, quer em humanos. Neste contexto foram publicados dois artigos científicos que revelam grandes avanços na área da medicina regenerativa. Um artigo descreve a reconstrução do Nariz em 5 doentes e outro a reconstrução de vaginas em 4 adolescentes. Integrados num ensaio clinico de fase I, 5 doentes foram submetidos a uma cirurgia de reconstrução do nariz após lhes ter sido removido uma porção deste devido a um cancro de pele. Foram isoladas células do nariz (especificamente do septo nasal) de cada doente, que foram colocadas em cultura … Continuar a ler