Bebés com doença cardíaca recebem tratamento experimental com sangue do cordão umbilical

Um estudo, conduzido nos EUA, concluiu que a aplicação de células do sangue do cordão umbilical no coração de bebés com síndrome da hipoplasia do coração esquerdo é segura, estando já planeado outro ensaio clínico para testar a eficácia desta metodologia num conjunto alargado de doentes. A síndrome da hipoplasia do coração esquerdo é uma doença cardíaca congénita rara, em que o lado esquerdo do coração se encontra gravemente subdesenvolvido. É possível detetar esta malformação por ecografia durante a gravidez, estando previstas três cirurgias corretivas nos primeiros anos de vida, com vista a garantir o funcionamento do coração. A primeira cirurgia é realizada nos primeiros dias ou semanas de vida, a segunda por volta dos 4 meses e a terceira entre os 2 e os … Continuar a ler