Células do cordão umbilical no tratamento de lesões oculares

O buraco macular é uma das doenças oculares mais comuns, atingindo 3 em cada 1000 pessoas. Esta doença afeta a mácula, que é a área central da retina, responsável pela visão nítida. É nesta área que se encontra a maior concentração de células visuais, tornando-a essencial para a definição e nitidez necessárias em atividades como a leitura, a escrita e a condução automóvel. Esta lesão ocorre quando o humor vítreo (estrutura gelatinosa que ocupa cerca de 80% do conteúdo do globo ocular) se desloca formando um buraco na fóvea (área central da mácula). Ainda não são conhecidas as suas causas, no entanto, fatores como idade, miopia severa e traumas físicos violentos poderão estar na origem da contração do humor vítreo separando-o assim da mácula. O … Continuar a ler

Células Estaminais do Sangue do Cordão Umbilical investigadas para o Tratamento da Psoríase

A psoríase é uma doença crónica da pele de natureza autoimune que se caracteriza pelo aparecimento de lesões avermelhadas ou com aspeto de “escamas” que causam grande desconforto aos doentes. Estas podem ocorrer em vários locais do corpo, nomeadamente nas mãos, pés, cotovelos, joelhos e couro cabeludo. A psoríase afeta 2-3% da população mundial, sendo ainda desconhecidas as suas causas. Embora esteja associada a uma predisposição genética, a doença só se manifesta clinicamente quando se reúnem determinados fatores ambientais e imunológicos. Dado que não existe cura para a psoríase, o seu tratamento passa por prevenir e tratar as lesões quando elas estão mais exacerbadas, através da aplicação de cremes com agentes hidratantes ou com corticosteroides entre outros. Nos casos mais severos, pode recorrer-se também a … Continuar a ler