Nova abordagem no tratamento do cancro da mama utilizando sangue do cordão umbilical

Foram recentemente publicados os resultados de um estudo que indica que o sangue do cordão umbilical pode constituir uma eficiente fonte de células para utilizar no tratamento do cancro da mama. O cancro da mama é o tumor maligno mais frequente entre a população feminina a nível mundial. Na Europa, estima-se que haja cerca de 90 novos casos por ano em cada 100.000 habitantes. Em Portugal, os números são semelhantes e, embora o prognóstico seja muito favorável, com cerca de 85% das mulheres portuguesas a sobreviver 5 anos após o diagnóstico da doença, mantém-se a necessidade de desenvolver tratamentos cada vez mais eficazes, sobretudo para as formas mais agressivas desta neoplasia. Células NK do sangue do cordão umbilical eliminam células de cancro da mama Um … Continuar a ler

Células do Sangue do Cordão Umbilical modificadas para localizar e eliminar células cancerígenas

Um grupo de investigadores do MD Anderson Cancer Center, da Universidade do Texas, publicou na revista Leukemia os resultados do seu mais recente trabalho sobre a utilização de células do sangue do cordão umbilical modificadas para tratar alguns tipos de linfomas e leucemias. Desde há algum tempo que se recorre à modificação de células do sistema imunitário no sentido de estas reconhecerem e eliminarem mais eficazmente células cancerígenas. Geralmente são recolhidas células T (um tipo de células do sistema imunitário) do doente, que são modificadas e depois reinfundidas no próprio após quimioterapia, ajudando na eliminação das células cancerígenas remanescentes. No entanto, esta metodologia está longe de ser a ideal, pois o doente tem que esperar algumas semanas até que as células modificadas estejam prontas para … Continuar a ler