Ensaio clínico pioneiro com células mesenquimais para regeneração ocular

Investigadores da Universidade de Valladolid, Espanha, realizaram um ensaio clínico pioneiro, no qual transplantaram células estaminais mesenquimais (MSC, de Mesenchymal Stem Cells) da medula óssea em doentes com insuficiência límbica, uma doença ocular que afeta a regeneração da córnea. Frequentemente causada por traumatismo ocular térmico ou químico, a insuficiência límbica caracteriza-se pela ausência parcial ou total das células estaminais do olho responsáveis pela renovação da córnea, processo essencial para manter uma visão saudável. Podendo levar à cegueira em casos extremos, esta doença começa por originar sintomas como dor, visão turva, irritação ocular ou intolerância às lentes de contacto. As técnicas mais recentes para o tratamento desta patologia envolvem o transplante de células estaminais de um olho saudável para o olho doente. No entanto, este método … Continuar a ler