Bebés prematuros com doença pulmonar melhoram após tratamento com células estaminais

Do nascimento prematuro podem advir complicações a nível respiratório, que podem conduzir ao desenvolvimento de uma doença designada displasia broncopulmonar, a doença pulmonar crónica mais prevalente em bebés prematuros. O suporte respiratório com oxigénio, e a administração de corticosteroides e broncodilatadores fazem parte do conjunto de recursos atualmente disponíveis para o tratamento desta doença. A evolução dos cuidados neonatais nos últimos 50 anos tem permitido melhorar significativamente o seu tratamento, no entanto, esta doença continua a deixar sequelas que afetam a função pulmonar do indivíduo ao longo da sua vida. Recentemente, as células estaminais mesenquimais, pelas suas propriedades regenerativas, têm sido consideradas como uma opção potencialmente útil no tratamento desta doença. Em 2014, um estudo concluiu que o uso de células estaminais mesenquimais do sangue … Continuar a ler