Jovem recupera de lesão neurológica após tratamento com células estaminais

Uma publicação recente na revista científica Cell Transplantation descreve o caso de um adolescente de 16 anos que, após ter sofrido lesões cerebrais na sequência de uma paragem cardiorrespiratória, conseguiu recuperar a sua qualidade de vida após ser tratado com células estaminais do tecido do cordão umbilical. A avaliação inicial do doente indicou a presença de lesões neurológicas, causadas pela falta de irrigação sanguínea e de oxigénio no cérebro aquando da paragem cardiorrespiratória, com graves consequências na sua qualidade de vida. Passados mais de 2 meses após este episódio, o jovem permanecia hospitalizado, não era capaz de respirar nem alimentar-se de forma independente e apresentava marcada espasticidade e grande dificuldade em seguir instruções simples. Na ausência de uma opção terapêutica eficaz, e tendo em conta … Continuar a ler