• Escolha com confiança.
    Escolha a segurança
    da crioestaminal.

    A Crioestaminal foi eleita Prémio Cinco Estrelas
    e Escolha do Consumidor, pelo 4º ano consecutivo.

  • Guardar ou doar

    As células estaminais são um bem que deve ser preservado.
    Conheça aqui as opções do único Banco Familiar e de Investigação em Portugal.

  • Primeiro e maior banco
    de criopreservação em Portugal

    E também o único laboratório acreditado pela Associação Americana de Bancos
    de Sangue(AABB), garantindo a maior qualidade no processamento das células
    estaminais e uma maior segurança que poderão ser usadas
    em todas as geografias.

  • Mais de 70.000 famílias já nos
    confiaram as suas células estaminais

    Conheça os momentos marcantes dos mais 10 anos de experiência,
    rigor e inovação da Crioestaminal.

  • Conheça os casos de utilização de
    células estaminais da crioestaminal

    A Crioestaminal já contribuiu para 13 transplantes em 8 crianças, sendo o banco com mais experiência neste âmbito em Portugal.

O cordão umbilical

Conheça esta fonte rica em células estaminais e as suas propriedades.

Saber mais

Guardar ou Doar

O único Banco Familiar e de Investigação em Portugal.

Saber mais

Casos de sucesso

Conheça alguns dos transplantes realizados, em Portugal e no Mundo, a partir de células estaminais do cordão umbilical.

Saber mais

Crioestaminal

Um banco único em Portugal


  • Experiência

    O primeiro Banco Familiar em Portugal e que conta com mais de 70.000 amostras de células estaminais criopreservadas.


  • Rigor

    Único laboratório em Portugal com uma acreditação internacional, o que lhe
    garante a maior qualidade e segurança ao longo dos 25 anos de criopreservação.


  • Investigação

    Único banco de doação para investigação e desenvolvimento.


  • Crioestaminal no topo da preferência dos portugueses

    A Crioestaminal, foi eleita Prémio Cinco Estrelas e Escolha do Consumidor, pelo quarto ano consecutivo, na categoria de criopreservação.

Soluções à medida da sua família

Conheça as nossas soluções de criopreservação do sangue e do tecido do cordão umbilical e encontre a opção ideal para a sua família.Ver Soluções e Preços

Um momento decisivo

O parto é o único momento em que pode ser feita a criopreservação de células estaminais do cordão. Se optar por não guardar as células estaminais do cordão umbilical, este será descartado no hospital e as células serão perdidas.

 

 

Saber mais

investigação crioestaminal

  • 2 patentes registadas sendo a primeira empresa nacional a deter patentes para tratamentos com base em células estaminais.
  • Investimento superior a 2 milhões de euros em investigação no setor.
  • Parcerias com instituições de vanguarda do setor científico nacional.

    Notícias

    Ver mais

    Crioestaminal promove open day no âmbito da iniciativa “Europa na minha Região”

    A Crioestaminal, laboratório de criopreservação líder em Portugal e um dos maiores da Europa, em parceria com o COMPETE 2020 – Programa Operacional Competitividade e Internacionalização, têm o prazer de anunciar o evento “Open Day: Crioestaminal compromisso com Investigação e Desenvolvimento”, que terá lugar no próximo dia 10 de maio, pelas 14h30, no Biocant Park (Cantanhede), no qual será apresentado um resumo dos projetos de Investigação & Desenvolvimento (I&D) executados e/ou em execução pela Crioestaminal e co-financiados pela União Europeia, através de fundos comunitários.

    Conheça a agenda do evento e confirme a sua presença aqui.

     

    Transferência das amostras da Bioteca para a Crioestaminal

    A Bioteca S.A., por motivos que só a própria poderá adiantar, decidiu não continuar a sua atividade de criopreservação de amostras de sangue e de tecido do cordão umbilical em Portugal. De forma a garantir o armazenamento das amostras e o cumprimento dos contratos estabelecidos, a Bioteca e a Crioestaminal chegaram a um acordo para que a Crioestaminal salvaguardasse o armazenamento das amostras da Bioteca. A Crioestaminal aceitou o pedido da Bioteca para a receção das amostras no seu laboratório e de seguida dar continuidade ao serviço prestado às famílias clientes da Bioteca.

    Assim, ocorreu no dia 1 de abril, a transferência das amostras do laboratório da Bioteca, em Lisboa, para o laboratório da Crioestaminal, em Cantanhede. O processo, da responsabilidade da Bioteca, foi realizado de acordo com o enquadramento legal nacional (lei 12/2009), estando devidamente autorizado pela Direção Geral de Saúde, ao abrigo do “Acordo de Backup” anteriormente celebrado entre as duas empresas. A operação decorreu dentro da normalidade e foi assegurada por técnicos qualificados e com elevada experiência neste tipo de situações. As amostras já se encontram armazenadas no laboratório da Crioestaminal, em completa segurança.

    A partir da receção das amostras, a Crioestaminal passa a ser responsável pelas mesmas e assume, integralmente, a continuidade dos contratos realizados anteriormente entre a Bioteca e os seus clientes. A Crioestaminal está disponível para esclarecer todas as dúvidas e questões relativas ao armazenamento futuro das amostras.

    Todas as questões relacionadas com a estrutura interna da Bioteca, nomeadamente, os aspetos relacionados com os seus profissionais e ativos móveis, continuarão a ser responsabilidade da mesma, devendo todas as dúvidas ser colocadas à administração da Bioteca.

    Fundada em 2003, a Crioestaminal foi o primeiro banco em Portugal a disponibilizar às famílias a possibilidade de guardarem as células estaminais do sangue do cordão umbilical, sendo líder de mercado e uma das maiores empresas da Europa neste setor. Foi a primeira empresa a ser autorizada pelo Ministério da Saúde e continua a ser a única em Portugal com a prestigiada acreditação internacional da Associação Americana de Bancos de Sangue (AABB). Com 8 amostras libertadas para 13 transplantes, conta já com a confiança de mais de 70.000 famílias que guardaram as células dos seus filhos.

     

    Nomeado o Júri do Prémio Crioestaminal

    O processo de constituição do júri da 9.ª edição do Prémio Crioestaminal está concluído e conta com 28 jurados de 12 países. Centrado na investigação biomédica e com o número recorde de 97 candidaturas, o Prémio Crioestaminal atribui 20.000€ ao projeto que vencer a avaliação do júri constituído por cientistas nacionais e internacionais.

    Harvard Medical School (EUA), Gottingen Graduate School for Neurosciences, Biophysics and Molecular Biosciences (Alemanha), VIB‐KU Leuven Center for Brain & Disease Research, Laboratory for the Research of Neurodegenerative Diseases, K.U. Leuven (Bélgica) Institut Pasteur (França), National Heart and Lung Institute (Reino Unido), Instituto de Física da Universidade de São Paulo (Brasil), Universidade de Bilkent (Turquia), Centro Andaluz de Biologia Molecular e Medicina Regenerativa (Espanha) e Centro de Química-Física Molecular do Instituto Superior Técnico (Portugal) são alguns dos centros de investigação a que pertencem os jurados da 9.ª edição do Prémio Crioestaminal. Conheça a lista completa de jurados aqui

    Tal como em anos anteriores, a edição deste prémio, cujo vencedor será conhecido em maio de 2017, decorre de uma parceria entre a Crioestaminal e a Associação Viver a Ciência e visa apoiar cientistas que pretendam realizar projetos pioneiros na área da Biomedicina em Portugal. É dirigido a investigadores portugueses ou estrangeiros, doutorados há mais de três anos e há menos de dez, que se proponham realizar um projeto de investigação autónomo sob sua responsabilidade numa instituição portuguesa.

    Ao longo dos anos, o Prémio Crioestaminal distinguiu projetos de investigadores como Sandra Macedo Ribeiro (2005) e Hélder Maiato (2006), ambos do Instituto de Biologia Molecular e Celular, no Porto; Mónica Dias, do Instituto Gulbenkian de Ciência (ICG) de Oeiras (2007); Lino Ferreira, do Centro de Neurociências e Biologia Celular da Universidade de Coimbra e do Biocant – Centro de Inovação e Biotecnologia (2008); Lars Jansen, do ICG (2009) e Luísa Figueiredo, do Instituto de Medicina Molecular (2010).

    “O número extraordinário de candidaturas à 9.ª edição do Prémio Crioestaminal é o claro sinal de que Portugal não está parado no que diz respeito à investigação biomédica. Este prémio propôs-se, desde que em 2005 foi lançado, ser precisamente um estímulo à investigação . Contar com um júri prestigiado e oriundo de geografias tão diversas é, aliás, uma forma de também promover e credibilizar o rigoroso trabalho científico desenvolvido em Portugal”, salienta André Gomes, CEO da Crioestaminal.

    Leonor Saúde , Vice-Presidente da Associação Viver a Ciência, destaca que “este prémio é uma importante fonte de financiamento para uma fase particularmente crítica do percurso de um cientista: a altura em que se começa a liderar os primeiros projetos de investigação para os quais nem sempre é fácil encontrar fontes de financiamento. O número elevado de candidaturas significa que a nossa comunidade científica está muito dinâmica e cheia de ideias.”Júris Crioestaminal 2016_final

    O regulamento da 9.ª Edição do Prémio Crioestaminal está disponível para consulta aqui

     

    Crioestaminal investe na Investigação & Desenvolvimento

    A Crioestaminal foi premiada pela quarta vez consecutiva “Escolha do Consumidor”, e acaba de ser reconhecida como tendo também vencido o prémio “Cinco Estrelas”.

    Com um investimento significativo na área de Investigação & Desenvolvimento (10% do seu volume de negócios), a Crioestaminal volta a ser notícia na imprensa.

    Saiba mais

     
    Live Chat